segunda-feira, 20 de março de 2017

Ainda sobre tantra


Temos praticado bastante e podemos dizer que estamos ficando feras, sabendo bem dos paranauês . Brincadeiras à parte , depois que fizemos o curso passamos por um período meio apático , cansados , correria e tal , até que fizemos uma viagem , conversamos bastante e voltamos com tudo . Temos nos empenhado , comprando óleos e afins , lendo sobre e  tem sido bom demais !!!
Por aqui normalmente só um recebe,porque entendemos que é muita troca de energia e se ainda o outro for fazer ,não curte muito o que recebeu. É meio estranho,mas aprendemos que dando que se recebe MESMO !
Temos descoberto uma sintonia que ,inacreditavelmente , depois de 20 anos ainda não sabíamos ser tão grande. Aquele abraço gostoso, fora dos padrões de sexo que falamos aqui... Mas ok, quem lê esse blog vem atrás de putaria, daquela Jana e daquele  Renato ,mas acreditem, estamos aqui ainda. Apaixonados e cheios de tesão. 
Aliás, até andei pensando que se sairmos com alguém e fizermos a massagem... Hummmmm

quinta-feira, 16 de março de 2017

Oi !

O convite pra entrar com ele naquela banheira não teve como ser recusado .
 Foi convidativo demais ! 
No meio do dia , no meio da agitação diária , ele me pediu que largasse tudo e entrasse ali .
Eu larguei a roupa que tinha pra lavar , a comida no fogo por cozinhar .
Por ser de dia , havia a possibilidade de alguém nos ver , já que a banheira é na varanda .
Bom , se há tesão , não há vergonha , medo , tensão .
Fui !
Tirei a roupa e entrei só de corpo , alma e calcinha.
Ele aumentou a força  dos jatos da hidro e eu aumentei a disposição .
Não quis só relaxar e cutuquei a onça com vara curta . 
Massageei o saco dele com meus dedos do pé , apertei o pau entre os pés e a cara dele que antes de me ver lá dentro já dizia que me comeria , confirmou que seria logo !
Não arrastei minha vontade , puxei a calcinha pro lado . 
Ele puxou a calcinha pra fora do meu corpo .
 Sentei no seu colo , me esfreguei , me entreguei  ... 
Senti seu pau entrando bem devagar em mim , do jeito que eu gosto ( de que jeito não gosto ? rs ) .
Ficamos  sentados alguns segundos sem nos mover , conectados por todo esse amor e desejo . 
Depois de um tempo me virei de costas , empinei bem o rabo e tomei aquela pirocada !
Foi quando eu ouvi : você é foda , sua piranha , toma !!!